Glossário

Jump to: navigation, search
This page is a translated version of the page Glossary and the translation is 100% complete.

Other languages:
català • ‎čeština • ‎dansk • ‎Deutsch • ‎Ελληνικά • ‎English • ‎español • ‎فارسی • ‎suomi • ‎français • ‎Bahasa Indonesia • ‎italiano • ‎日本語 • ‎Lëtzebuergesch • ‎Nederlands • ‎português • ‎português do Brasil • ‎русский • ‎svenska • ‎українська • ‎中文(中国大陆)‎ • ‎中文(台灣)‎

O objetivo desta página é fornecer uma referência de caráter não técnico junto com ligações para maiores informações ou demonstrações. Veja também Jargon File.

Uma visão geral

Um guia visual de KDE 4.0 e um vídeo de KDE 4.1 fornecerão uma excelente visão geral do KDE Software Compilation 4 nos seus primeiros dias.

O seguinte glossário destina-se a ajudá-lo a encontrar o caminho pela escuridão de novos nomes e conceitos. Em alguns casos você pode encontrar uma ligação de um componente do KDE 3 ao seu equivalente no contexto do KDE SC 4.

Atividades

Atividades são conjuntos de elementos gráficos do Plasma que têm o seu próprio fundo de tela. Um pouco como Desktops Virtuais, mas não exatamente.
Por exemplo, você pode estar inicialmente em uma "atividade de trabalho", com leitores de rss, uma nota com a lista de coisas para fazer, uma "Vista de Pasta" com os arquivos relacionados com o seu trabalho e um fundo de tela discreto.
A seguir, você pode estar em sua "atividade de tempo livre", com pré-visualização das fotos da família e cães, leitores de rss dos seus blogs favoritos, uma Vista de Pasta que mostra a sua colecção de filmes, uma mini-aplicação para Twitter e claro, aquele fundo de tela do Iron Maiden que você adora desde o início dos anos 80.
Às 17 horas em ponto você muda da sua "atividade de trabalho" para a sua "atividade de tempo livre".

Mais informações:

Criar atividades

Akonadi

O mecanismo de acesso a todos os dados armazenados para PIM (Gerenciamento de informações pessoais) no KDE SC 4. Um único sistema de armazenamento e recuperação, bem mais eficiente e extensível do que no KDE 3, onde cada componente PIM tinha o seu próprio sistema. Note que o uso de Akonadi não muda o formato de armazenamento dos dados (vcard, iCalendar, mbox, maildir, etc.) - ele simplesmente proporciona uma nova maneira de acessar e atualizar os dados.
Os principais motivos para desenhar e desenvolver Akonadi são de caráter técnico, como por exemplo ter uma maneira única de acessar os dados PIM (contatos, calendários, e-mails, etc) a partir de diferentes aplicações (kmail, kword, etc), eliminando assim a necessidade de escrever código similar aqui e ali.
Outro objetivo é impedir que aplicações com interface gráfica como kmail tenham acesso direto a recursos externos como servidores de correio eletrônico - isto era uma das razões principais dos relatórios de falhas no que diz respeito ao desempenho/capacidade de resposta, no passado.

Mais informações:

Akonadi para o gerenciamento de informações pessoais de KDE
Wikipedia - Akonadi
Techbase - Akonadi

aRts

A infraestrutura de som do KDE 2 e 3. A sua natureza mono-tarefa causava problemas quando se encontravam duas fontes de som. No ambiente de trabalho Plasma ele foi substituído pelo Phonon

Mais informações:

Wikipedia - aRts
Página do aRts

Contêiner

Um contêiner é um agrupamento de elementos gráficos de topo. Cada contêiner gerencia o desenho e os dados de configuração de seu conjunto de elementos gráficos independentemente dos demais contêineres.
O resultado final é que você pode agrupar elementos gráficos num contêiner de acordo com a importância para a sua forma de trabalhar, em vez de agrupá-los por diretórios.

D-Bus

Um sistema de comunicação entre serviços. Desenvolvido pela Red Hat®, ele foi fortemente influenciado pelo sistema DCOP do KDE3, tomando agora o seu lugar.

Mais informações:

FreeDesktop.org: O que é D-Bus?
Wikipedia: D-Bus

Dolphin

É o gerenciador de arquivos padrão no KDE SC 4. Ele possui um painel lateral (Locais), mas a navegação se faz principalmente pelo caminho de pão sobre a janela principal. A divisão das janelas é possível, bem como aplicar diferentes vistas a janelas individuais. A montagem e desmontagem de dispositivos USB pode ser feita no painel lateral. Outras pastas podem ser adicionadas ao painel Locais. Também é possível uma vista em árvore.

Mais informações:

Wikipedia - Dolphin (software)
Road to KDE 4: Dolphin and Konqueror
Ars Technica: A First Look at Dolphin
Youtube - KDE 4 rev 680445 - Dolphin
Blog Introducing KDE 4 - Dolphin
Tutorial de gerenciamento de arquivos da UserBase

Extensor

Os extensores são um tipo especial de pop-up que podem surgir de um painel Plasma por exemplo. Os extensores possuem partes destacáveis e são um conceito novo que chegou a Plasma de KDE 4.2. As notificações já utilizam este sistema. Isto permite, por exemplo, que um usuário arraste uma notificação de uma transferência de arquivo ou de um processo de cópia para o seu ambiente de trabalho e o acompanhe a partir daí. O mesmo pode ser feito com outros tipos de notificações.

Mais informações:

Capturas de tela do Mockup
Os elementos do Plasma

Flake

O Flake é uma biblioteca de programação usada no KOffice e no Calligra. Funcionalmente, proporciona Formas para mostrar conteúdos e Ferramentas para manipular conteúdos. As formas podem ser ampliadas ou rodadas e podem ser agrupadas para trabalhar como uma forma única, ao redor da qual o fluxo de texto é possível.

Mais informações:

KDE Community Wiki - Flake

Obter coisas novas

Get Hot New Stuff (GHNS) ou Obter coisas novas é um padrão aberto que facilita o download e instalação de várias extensões para as suas aplicações. A nossa implementação do GHNS é utilizada por Plasma (por exemplo para obter novos temas para o ambiente de trablho), e por muitas outras aplicações e elementos.

Mais informações:

Página Web do GHNS
Um artigo sobre GHNS no KDE SC 4

Pasta pessoal

É o local onde ficam os seus arquivos. Você pode guardá-los fora desta pasta, mas todas as aplicações estão configuradas para salvar ali. É mais simples manter suas coisas aqui.

Mais informações:

Wikipedia - Pasta Pessoal

KControl

Centro de Controle do KDE, para configurar as preferências globais no KDE 3. Substituído pela interface Configurações do Sistema no KDE SC 4.

KDOM

É um módulo KPart que permite que as capacidades de processamento DOM (Document Object Model) de KHTML estejam disponíveis para todas as aplicações. KSVG2 baseia-se em KDOM no KDE SC 4.

KHTML

KHTML é o motor de renderização HTML do ambiente Plasma do KDE, usado pelo navegador Konqueror. Ele também proporciona um KPart que permite a todas as aplicações de KDE mostrar conteúdo web. Um novo motor, o Qt WebKit, também está disponível para Plasma e outras aplicações.

Kicker

No KDE 3, a barra móvel, que normalmente está na parte inferior da tela (por vezes chamada de Painel), na qual se localizam os lançadores de aplicações, o Paginador e os botões para executar aplicações. Veja o Painel

Kickoff

No KDE SC 4 (e nas últimas versões de KDE 3), um menu lançador de aplicações no qual elas estão ordenadas por funções. "Favoritos" substitui "Aplicações mais usadas" do menu Clássico, e você pode acrescentar aplicações aí. Um clique com o botão direito também oferece a possibilidade de acrescentar aplicações ao ambiente ou a um painel. O acesso rápido a uma aplicação menos usada é possível graças à caixa de procura. Outros menus estão sendo trabalhados, já que no KDE SC 4 pode se utilizar mais de um lançador de aplicações, se for preciso.

Mais informações:

Pré-visualização de Kickoff
Design documentation

KJS

O motor JavaScript do KDE.

KInfoCenter

O KInfoCenter surgiu como parte de KControl, separando-se dele no KDE 3.1. No KDE SC 4, até à versão 4.4, ele é substituído por módulos das Configurações do Sistema, especialmente Solid, e está sendo reintroduzido como uma aplicação no KDE SC 4.5.

Mais informações:

KInfoCenter
Wikipedia - KInfoCenter

KIO

O Sistema de Saída/Entrada de KDE que proporciona uma API única para operar com arquivos, tanto locais como em um servidor remoto. Além disso, os KIO Slaves permitem a utilização de protocolos individuais. Alguns particularmente úteis são http, ftp, sftp, smb, nfs, ssh (fish), man, tar e zip.

Mais informações:

Um tutorial sobre transferências de arquivos
Wikipédia - KIO
Linux.com - Master the KIO slaves (Domine os KIO slaves)
Breaking the Network Barrier (Quebrando a barreira da rede)

Kiosk

Kiosk é um sistema para limitar as capacidades dos usuários em um sistema KDE, ideal para usar em lugares como Ciber-cafés. Ele está presente no KDE 3 e KDE 4, mas a ferramenta de administração, Kiosktool, só está disponível para KDE 3, mas pode ser usado para configurar as aplicações do KDE 4. As configurações do kiosk podem também ser feitas mediante a edição manual dos arquivos de configuração.

KPart

Um KPart é um componente individual do ambiente Plasma do KDE que permite que as aplicações compartilhem os seus serviços com outras aplicações. KParts permitem que o KMail e o KOrganizer se integrem (como plugins) na suite Kontact, ou que KHTML mostre páginas Web no Akregator.

Kross

O Kross é um sistema para a escrita de scripts, que pode trabalhar com múltiplas linguagens de scripting. Um sistema de plugins permitirá o uso de mais linguagens no futuro.

KRunner

A mini-linha de comando que pode ser acessada a partir do menu clássico, do atalho Alt+F2, ou com um clique com o botão direito na área de trabalho. No KDE SC 4 um nome parcial mostrará todas as coincidências possíveis.

Mais informações:

Youtube - KDE SC 4.1 KRunner

KSVG

O KSVG permite a utilização de gráficos vetoriais escaláveis em um navegador KHTML. KSVG2 leva esta função para o KDE SC 4.

KWin

O KWin é o gerenciador de janelas. Ele é responsável pela decoração das janelas e os temas de sua área de trabalho. O KDE SC 4 amplia as funções do KWin implementando efeitos de composição 3D na área de trabalho.

Mais informações:

KWin
Road to KDE 4: KWin Composite
Vídeo sobre os efeitos da área de trabalho do KDE SC 4
Youtube - KDE SC 4.0 KWin Composite Showcast
Youtube - KWin compositing config & intro

Mini-CLI

Veja KRunner

Nepomuk

O "Networked Environment for Personalized, Ontology-based Management of Unified Knowledge", Nepomuk tem como objetivo eliminar as barreiras artificiais entre a informação para permitir uma classificação, organização e apresentação dinâmicas dos dados ao usuário. Seja baixada da Internet, recebida por e-mail ou escrita numa nota, a informação pode ser procurada de forma global e etiquetada com dados inteligentes. Veja O escritório semântico (em inglês) para obter mais informação sobre este conceito.

Mais informações:

Userbase Nepomuk page
Wikipedia - Semantic Desktop
Wikipedia - NEPOMUK Framework
NEPOMUK website
NEPOMUK KDE

Oxygen

O Oxygen é o tema padrão do KDE SC 4. Desenhado para dar "um sopro de ar fresco" na área de trabalho mediante a eliminação dos ícones simplistas e caricatos, substituindo-os por um tema limpo e com ícones foto-realistas. O Oxygen utiliza uma paleta de cores leves para evitar que os ícones se tornem uma distração, e utiliza detalhados gráficos escaláveis (SVG).

Mais informações:

Wikipedia - Projeto Oxygen
Ícones do Oxygen

Paginador

Um paginador é um pequeno programa ou mini-aplicação para um painel que mostra as posições das janelas na sua área de trabalho e normalmente, se você tiver várias Áreas de trabalho virtuais, oferece uma visão geral de todas.

Painel

Visite Kicker. No KDE SC 4 deixou-se de usar o nome "kicker", e a norma é usar o nome "painel". Os "miniaplicativos" são substituídos por Widgets.

Mais informações:

Painéis

Phonon

Uma API multimídia multiplataforma, que interage com as infraestruturas de som existentes tais como o gstreamer e o xine. O KDE 2 e 3 dependia do aRts para o som. O Phonon substitui-o.

Mais informações:

Phonon
Wikipedia - Phonon (KDE)
Página Web do Phonon

Plasma

No KDE SC 4 o Plasma substitui a KDesktop, kicker e o motor de elementos gráficos superkaramba. As mini-aplicações chamam-se Plasmóides, e vão desde widgets internacionais até uma calculadora ou um dicionário. Podem ser utilizados elementos gráficos de outras fontes como SuperKaramba ou Google Gadgets.

Mais informações:

Wikipédia - Plasma (KDE)
Website do Plasma
A página inicial do Plasma
Perguntas frequentes sobre o Plasma
Youtube - Plasma Applets Galore (Part 1)
Blog Liquidat

Qt

(Pronunciado "cute") Um conjunto de ferramentas para escrever aplicações multiplataforma. É usado por muitas aplicações multiplataforma tais como o navegador Opera, o GoogleEarth e o Skype. O Qt é desenvolvido por Trolltech, que agora é parte da companhia Nokia. O Qt são as bibliotecas sobre as quais está construído o software do KDE.

Mais informações:

[1]
Qt Demo Videos

Solid

O Solid proporciona uma única API para o gerenciamento de hardware. O hardware agrupa-se em domínios". Os domínios iniciais referem-se ao HAL, NetworkManager e os adaptadores Bluetooth. Uma vez que os motores de Solid são conectáveis, o Solid auxilia os programadores de aplicações a escreverem menos código e a criarem programas multiplataforma.

Mais informações:

Discover Solid
Solid Brings Hardware Configuration and Control to the KDE platform

Soprano

O Soprano é um sub-projeto do Nepomuk que proporciona um repositório da informações recolhidas, como por exemplo etiquetas, classificações, etc. Ele faz com que esta informação esteja disponível para Strigi.

Mais informações:

Mais sobre o Nepomuk-KDE: Soprano e a integração com a plataforma KDE

Strigi

Um sistema de busca indexada, o Strigi pretende ser rápido e leve. Ele utiliza o hash SHA-1 para ajudar a identificar arquivos duplicados.

Mais informações:

Strigi - o menor e mais rápido programa de busca
Wikipedia - Strigi

Configurações do Sistema

O substituto do KControl no KDE SC 4 que permite configurar os diferentes módulos da plataforma KDE.

Mais informações:

Configurações do Sistema
KDE SC 4 Configurações do Sistema ilustrado

Threadweaver

Esta biblioteca de programação de processos reparte o trabalho em processadores multi-núcleo quando disponíveis, ordenando-os por grau de prioridade antes de executá-los. O ThreadWeaver proporciona uma interface de trabalho de alto nível para a programação multi-processo.


Mais informações:

Por que Multithreading? (Artigo técnico em inglês)

Áreas de trabalho virtuais

Um conceito popular dos gerenciadores de janelas de Unix é o uso de áreas de trabalho virtuais. Isto significa que você tem não uma, mas várias telas para colocar as suas janelas. Quando você muda para uma área de trabalho diferente (normalmente com um paginador) só verá as janelas que abriu nessa nova tela ou o que moveu para lá. Uma janela também pode ser definida como "pegajosa" aparecendo em todas as áreas de trabalho virtuais.

WebKit

Um motor de renderização HTML, que se originou a partir de uma bifurcação do KHTML. Foi adotado pela Apple e desenvolvido para o Safari. O Webkit volta para o KDE SC 4 com toda a sua funcionalidade, estando disponível através do Qt.

Mais informações:

Página inicial de Webkit
Wikipedia - Webkit

Widget

Do dicionário de inglês da Collins, temos que (em uma tradução para o português) widget é "qualquer pequeno mecanismo ou dispositivo cujo nome é desconhecido ou esquecido temporariamente". Nos termos do KDE, um widget é um componente independente na tela. Também conhecido por "miniaplicativo" ou "gadget". Superkaramba Themes, Apple's Dashboard, Google Gadgets, Yahoo Widgets, Vista Sidebar Widgets, Opera Widgets são exemplos de outros sistemas parecidos (alguns dos quais também funcionam no Plasma).

X-Server

O X-Server ou servidor X representa uma camada básica sobre a qual são construídas diversas interfaces gráficas como o Plasma de KDE. Ele gerencia as entradas básicas do mouse e do teclado (tanto do computador local como de máquinas remotas) e proporciona rotinas gráficas elementares para desenhar retângulos e outras formas primitivas.

XMLGUI

Uma infraestrutura para programadores que desenham interfaces de usuário. É amplamente usada pelo KParts.

Mais informações:

Wikipedia - XMLGUI
Wikipedia - Folhas de estilo do Qt

ZUI

"Zooming User Interface" ou "Interface de ampliação". "Ao minimizar, os usuários podem obter uma visão geral de todos os grupos de objetos que tenha criado. Estes grupos podem refletir os projetos nos quais esteja trabalhando, podem ser diferentes formas de manter conjuntos de arquivos organizados, etc. Pondo o mouse em cima ou clicando em um desses grupos quando estão minimizados, os usuários obtém uma vista preliminar do que há no grupo, e podem ampliar esse grupo de modo que ocupe toda a tela." aseigo.

Mais informações:

Youtube ZUI demo



This page was last modified on 3 August 2015, at 01:26. Content is available under Creative Commons License SA 4.0 unless otherwise noted.